São Paulo lidera menções ao impeachment da presidenta Dilma

Estudo realizado pelo Scup desde fevereiro acompanhou postagens feitas nas redes sociais relacionadas às palavras impeachment e Dilma Rousseff

 

São Paulo, 13 de março de 2015 - O Scup, ferramenta líder em monitoramento, atendimento, gestão e análise de mídias sociais, monitora desde o dia 9 de fevereiro menções no Twitter e Facebook relacionadas ao pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Foram mais de 390 mil menções coletadas e analisadas no período (até a meia-noite do dia 12/03), no qual o sentimento negativo dominou as publicações. Nos posts, os internautas mencionaram outros assuntos relacionados à Dilma, como o escândalo da Petrobras, o panelaço, as manifestações que acontecem no próximo dia 15 e até o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Perfil do internauta

Entre aqueles que usaram as redes sociais para comentar o assunto, a grande maioria pertence ao sexo masculino (68%) e mora em São Paulo (39%), estado onde a petista perdeu nos dois turnos das eleições presidenciais de 2014.

 

Principais assuntos

Entre os principais assuntos comentados, destaca-se o termo “panelaço”, nome dado ao protesto realizado na noite do dia 8 de março, durante o pronunciamento da presidenta na rede pública de rádio e televisão. No total do período, a palavra foi citada em 18% dos posts, mas quando analisado o período após o dia 8, a presença do termo sobe para 25% das menções.

O partido de Dilma, o PT, também foi bastante mencionado nas publicações, bem como o nome de seu principal dirigente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O escândalo da Petrobras também ganhou espaço, foi citado mais de 38 mil vezes (6%). A investigação Lava Jato, no entanto, não mobilizou. Apesar de estar em andamento e contar com ampla divulgação da imprensa brasileira, o tema foi citado apenas  5 mil vezes.

Mais de um termo pode compor uma publicação.

Sentimento

A opinião do internauta que usa as redes sociais para falar sobre o impeachment de Dilma Rousseff tem opinião formada sobre o assunto: 90% das postagens continham conteúdo negativo e  8% das menções eram favoráveis à presidenta.

Influenciadores

Surpreende o número de retweets e compartilhamentos de conteúdos. Posts do perfil de Facebook Revoltados On Line, por exemplo, apareceu em mais de 60 mil itens coletados. Além desta página, o Scup identificou os principais perfis pessoais com maior influência para esse assunto, são eles:

  1. Danilo Gentili (@DaniloGentili)

  2. Dr. Angelo Carbone (@drangelocarbone)

  3. José Serra (@joseserra_)

  4. José Simão (@jose_simao)

  5. Miriam Leitão (@MiriamLeitaoCom)

 

A semana do manifestante de redes sociais

O interesse no assunto cai durante os fins de semana. As publicações são feitas em menor número na sexta-feira, sábado e domingo, atingindo o pico de número de postagens no início da semana, principalmente às terças-feiras.

 

Sobre o Scup

O Scup é a ferramenta líder em monitoramento, gestão e análise de mídias sociais que contribui para que empresas conheçam a fundo seu mercado de atuação, consumidores e concorrentes, gerando insights para os negócios, e construa relacionamentos profundos com seus públicos de interesse. Há 5 anos em atuação, o Scup está presente em três continentes e atende uma em cada quatro das 100 maiores e melhores empresas da revista Exame, tendo mais de 900 clientes e 35 mil usuários cadastrados. Com mais de 70 colaboradores apaixonados por inovação, é a única tecnologia na América Latina certificada, ao mesmo tempo, pelo Twitter e pelo Facebook. Para construir melhores práticas em redes sociais e contribuir para o desenvolvimento da área, o Scup compartilha conhecimento por meio de eventos e conteúdos disponibilizados no Scup Ideas. Saiba mais sobre o Scup no www.scup.com.